Uma dinamica para ajudar as crianças a tomar consciência da maneira como vivem e exprimem a sua agressividade.

As crianças sentam-se em redor de uma mesa. Em frente de cada uma delas está uma grande folha de papel e uma caneta. Depois de os participantes acalmarem, devem desenhar um símbolo para a forma como mais habitualmente são agressivos. A seguir, cada criança escreve uma breve explicação para o seu símbolo de agressão. Por exemplo: “raios e trovões vermelhos, porque a minha raiva aparece muito depressa mas desaparece à mesma velocidade”; “montanhas e nuvens escuras ao longe, porque a minha fúria cresce em segredo e azeda cá dentro muito tempo antes de os outros perceberem que estou irritado”; “uma bola de fogo porque me apetece partir tudo”…

Aqueles que quiserem, podem fechar os olhos enquanto desenham. Isso permite exprimir melhor os seus sentimentos mais profundos.

Quando todos terminarem, reservar algum tempo para comparar os símbolos de cada um e dialogar. No final, cooperativamente, pode-se tentar fazer um mural que combine todos os símbolos. Ao olhar para ele torna-se mais fácil entender as razões e a forma como cada um se sente inclinado à agressão.

Siga-nos

Visite as livrarias

Quem Somos

Somos uma editora católica, fiel ao carisma de S.João Bosco. Especializados em catequese e pastoral juvenil, estamos em Portugal há quase 70 anos. "Educação e Evangelização" é o nosso lema. Temos lojas próprias nas cidades do Porto, Lisboa e Évora e estamos presentes nas principais livrarias católicas portuguesas.

Contactos

Rua Duque de Palmela, 11
4000-373 PORTO

(+351) 225 365 750

edisal@edicoes.salesianos.pt