fbpx

Dia 11 de Fevereiro é o dia mundial do doente. Aqui fica um subsídio para um momento de oração em grupo.

Oração pelos doentes da nossa comunidade

Guia: Jesus mostrou o Reino de Deus em acção no meio de nós através da sua presença, das  suas palavras e dos gestos de cura que manifestavam a sua bondade. Hoje sentimos que o Reino de Deus está activo em nós. O Espírito Santo, através dos sacramentos, faz em nós as maravilhas que aconteceram com Jesus.  E também nós, aqui reunidos para dar graças ao nosso Deus e rezar pelos nossos irmãos doentes, experimentamos a beleza que brilha na nossa fragilidade.
Canto: Eu Te bendigo, Senhor

(Infinitus. CD Coração pobre)
Eu Te bendigo, Senhor
e canto em Ti a liberdade.
E Te dou graças pelo amor
que Tu nutres por mim.

Guia: Juntamos as nossas vozes à oração do salmo e dizemos juntos: O Senhor está connosco na hora da prova.
Salmista (salmo 34)
Em todo o tempo, bendirei o Senhor;
o seu louvor estará sempre nos meus lábios.
A minha alma gloria-se no Senhor!
Que os humildes saibam e se alegrem.


Enaltecei comigo o Senhor;
exaltemos juntos o seu nome.
Procurei o Senhor e Ele respondeu-me,
livrou-me de todos os meus temores.


Aqueles que o contemplam ficam radiantes,
não ficarão de semblante abatido.
Quando um pobre invoca o Senhor, Ele atende-o
e liberta-o das suas angústias.


O anjo do Senhor protege os que o temem
e livra-os do perigo.
Saboreai e vede como o Senhor é bom;
feliz o homem que nele confia!

Temei o Senhor, vós que lhe estais consagrados,
pois nada falta aos que o temem.
Os ricos empobrecem e passam fome,
mas aos que procuram o Senhor nenhum bem há-de faltar.

Guia: Depois de louvarmos o Senhor com as palavras que Ele mesmo nos deu, escutamos o seu Evangelho.
Do Evangelho de S. Marcos (Mc 10, 46-52)
Chegaram a Jericó. Quando ia a sair de Jericó com os seus discípulos e uma grande multidão, um mendigo cego, Bartimeu, o filho de Timeu, estava sentado à beira do caminho. E ouvindo dizer que se tratava de Jesus de Nazaré, começou a gritar e a dizer: «Jesus, filho de David, tem misericórdia de mim!» Muitos repreendiam-no para o fazer calar, mas ele gritava cada vez mais: «Filho de David, tem misericórdia de mim!» 
Jesus parou e disse: «Chamai-o.» Chamaram o cego, dizendo-lhe: «Coragem, levanta-te que Ele chama-te.» E ele, atirando fora a capa, deu um salto e veio ter com Jesus. Jesus perguntou-lhe: «Que queres que te faça?» «Mestre, que eu veja!» - respondeu o cego. Jesus disse-lhe: «Vai, a tua fé te salvou!» E logo ele recuperou a vista e seguiu Jesus pelo caminho.
Palavra da salvação
Todos: Glória a Vós, Senhor!
Oração litânica
Guia: Reunidos em oração nós formamos com Cristo um só corpo. Somos uma comunidade de salvação. Estamos unidos na fé e na partilha. Dirigimo-nos a Jesus com fé e alegria e dizemos-Lhe: “Nós Te adoramos e louvamos, Senhor Jesus.”
Leitor:
Com a nossa vida que em Ti encontra um Pão que alimenta… R/
Com a nossa palavra que em Ti encontra a certeza de um caminho… R/
Com a nossa pobreza que em Ti encontra  a estabilidade de uma paz verdadeira… R/
Com a nossa caridade que em Ti encontra a sua fonte… R/
Com a nossa oferta quotidiana que na tua cruz recebe a força da radicalidade… R/
Com os nossos sacrifícios e sofrimentos que na tua ressurreição encontram purificação e conforto… R/
Com as nossas eucaristias em que Te fazes presente e nos curas… R/
Com a nossa adoração que nos faz descobrir a força do teu amor… R/
Com a nossa morte que em Ti será uma vitória na festa do teu Reino… R/
Canto: Único Deus 

(Infinitus. CD Coração pobre)
Eu Te adorarei
como um único Deus
E não terei
nenhum outro Deus.

Guia: Continuamos a invocar a ajuda do Senhor. Repetimos juntos “Apoia, Senhor, a nossa oração”.
Nas nossas assembleias litúrgicas…
Nas comunidades dos consagrados…
Nos grupos e famílias que meditam a tua Palavra…
No louvor quotidiano dos teus sacerdotes…
Na oferta silenciosa de quem sofre…
Nos tantos jovens à procura de Deus…
Na oração contínua dos nossos idosos…
No sacrifício de tantas mães…
Na fé das famílias cristãs…
Na Eucaristia presente em todos os sacrários…
Nos homens de todos os lugares que se dirigem a Deus…
No coração de todos os fiéis que procuram os verdadeiros valores…

Guia: Repetimos juntos “Faz da nossa comunidade o teu cenáculo
Onde aprendemos a estar contigo em paz.
Onde aprendemos a escutar a tua Palavra.
Onde aprendemos de Ti a lavar os pés.
Onde aprendemos contigo o que significa servir.
Onde aprendemos a reconhecer o Pai com a confiança do filho.
Onde aprendemos que Tu és para nós caminho, verdade e vida.
Onde aprendemos a acreditar em Ti para fazer as mesmas obras que Tu fazes.
Onde aprendemos a pedir tudo ao Pai em teu nome.
Onde aprendemos como e essencial viver como ramos unidas ao tronco.
Onde aprendemos que o amor maior consiste em dar a vida.
Onde aprendemos a ser pão partido para alimentar os irmãos.

Leitor
Senhor, nosso médico
Tu amaste com intensidade os doentes.
Por eles Te fizeste próximo,
inclinaste-te sem medo
e curaste a tantos…

Marta e Maria disseram-Te:
“Aquele que Tu amas está doente.”
Aqui estou para Te apresentar a doença que me faz sofrer.

No meu jardim das Oliveiras
levanto a minha voz para Ti e grito:
“Não se faça a minha, mas sim a tua vontade.”

E Te peço: cura-me, Senhor.
Cura a minha doença.
Devolve-me a vida abundante.
Faça-se em mim o que disse o profeta:
“pelas suas chagas fomos curados”.
A tua cruz nos liberte de todo o mal
o teu corpo transforme o meu corpo doente
o teu Espírito me faça vibrar de novo.

Senhor, a oração já me começou a curar.
Sinto-me mais sereno e mais forte.
A cruz é mais suave 
e o jugo é mais ligeiro.

Com ou sem saúde
ajuda-me a ser como Tu.
A sentir-me sempre amado e cheio de esperança.
Oração dos fiéis
Guia: Dirigimos a nossa oração ao Pai que esta no céu. Que Ele dirija o seu olhar de misericórdia sobre todos nós e dê um sinal de benevolência aos membros doentes do seu corpo e a quantos se dedicam a curar as feridas corporais e espirituais.
1 Ó Pai, o teu Filho carregou a pobreza e a fragilidade de toda a humanidade. Faz que a tua Igreja saiba abeirar-se de todo o homem que sofre no corpo ou no espírito para lhe trazer o óleo da consolação e o vinho da consolação. Oremos.
2 Tu suscitas em todos os tempos homens e mulheres que se dedicam ao serviço dos doentes. Que o exemplo de Jesus inspire todos os seus gestos e todos os seus momentos. Oremos.
3 Tu mostraste o valor cristão do sofrimento na cruz do teu Filho. Que nunca falte aos doentes o conforto da Palavra e dos sacramentos. Oremos.
4 Tu conheces os tempos e momentos da nossa vida. Ajuda-nos quando formos visitados pela prova a experimentar a solidariedade de todos. Oremos.
5 Tu nos convidas a descobrir o nosso rosto de irmãos unidos à volta da mesa da Eucaristia. Que venha depressa o dia em que serão enxugadas todas as lagrimas e nos sentaremos à tua mesa no banquete definitivo. Oremos
Pai nosso
Canto final

 

Os cantos podem ser encontrados aqui.

A mensagem do Papa para esta jornada de oração ( ano 2020 ) com os doentes está aqui..

Siga-nos

Visite as livrarias

Quem Somos

Somos uma editora católica, fiel ao carisma de S.João Bosco. Especializados em catequese e pastoral juvenil, estamos em Portugal há quase 70 anos. "Educação e Evangelização" é o nosso lema. Temos lojas próprias nas cidades do Porto, Lisboa e Évora e estamos presentes nas principais livrarias católicas portuguesas.

Contactos

Rua Duque de Palmela, 11
4000-373 PORTO

(+351) 225 365 750

edisal@edicoes.salesianos.pt