fbpx

Índice do artigo

6. Meditação
Cultura do encontro. "Escolhiam os primeiros lugares". No diálogo à mesa, Jesus previne e alerta para os desejos entranhados na cultura acrítica. Tal como os fariseus, também nós aspiramos ao reconhecimento, ao consolo, à compreensão, ao amor e descuramos a atenção ao próximo, a gratuidade, a simplicidade... Quantas vezes não ficamos tristes com a falta de atenção que nos dedicam e até desenhamos planos para "pagar com a mesma moeda"... Esquecemo-nos da lição da vida, da Verdadeira e Perfeita Alegria de São Francisco de Assis. Com ele, podemos descobrir que vale mais consolar que ser consolado… (Sementes de Evangelho).
7. Oração
Senhor, que eu não perca o otimismo,
mesmo sabendo que o futuro que nos espera pode não ser tão feliz.
Que nunca perca a vontade de viver,
mesmo sabendo que a vida, em muitos momentos, é dolorosa.
Que não perca a vontade de ajudar as pessoas,
mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver,
reconhecer e retribuir, esta ajuda.
Que não perca a vontade de amar,
mesmo sabendo que a pessoa que mais amo,
pode não sentir o mesmo sentimento por mim.
Que eu não perca a alegria de ver,
mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos
e correrão pela minha alma.
Que não perca a luz e o brilho no meu olhar,
mesmo sabendo que muitas coisas que verei no meu mundo,
obscurecerão os meus olhos.
Que eu não perca o amor pela família,
mesmo sabendo que muitas vezes,
me pedirá enormes esforços para conseguir a harmonia.
Que eu não perca a vontade de dar este enorme amor que está no meu coração,
mesmo sabendo que muitas vezes vai ser rejeitado.
8.1 Contemplação
Tempo de fogo
"Senhor, faz a minha vida reta e simples como uma flauta de cana
para que Tu a enchas da tua música".
(R. Tagore).
E por cima de tudo…
Que eu jamais me esqueça de que Deus me ama infinitamente!
Que um pequeno grão de alegria e de esperança dentro de cada um
é capaz de mudar e transformar tudo,
pois a vida é construída nos sonhos e realizada no amor!
8.2 Poema
Árvore de frutos
Filho, em todas as tuas obras
procede com humildade
e serás mais estimado
do que o homem generoso. Sir 3, 19

Cresce fio de erva
Conserva em teu corpo a solidão
Deixa-te crescer sem reservas
Segue teu coração.
Assim será.

Pode ser calor ou frio
Voares na brisa de outono
No vento medonho
Na ida à escola à universidade
Na maré alta das paixões sem
repousares.
As crises em ti fora de ti te assaltarão.
Assim será.

Ao despertares para o amor
Sentir-te-ás só com
Vontade de voar no sonho.
Moldarás teu caráter
Sem saber a imensidão
Da responsabilidade em que entraste.
Com mulher e filhos aprenderás.
Assim será.

O amigo te ensinará a ser humilde
A partilhar a vida na gratuidade
Da cultura do encontro em sociedade,
A questionar rotinas, lides, afazeres.
Sentarás Deus à tua mesa.
Assim será.

Terás encontrado critérios de vida
E sem te dares conta
Será Deus a guiar-te em Seu caminho.
Terá o meu coração de tornar-se
uma árvore carregada de frutos
Que eu possa colher e repartir?
Khalil Gibran

Siga-nos

Visite as livrarias

Quem Somos

Somos uma editora católica, fiel ao carisma de S.João Bosco. Especializados em catequese e pastoral juvenil, estamos em Portugal há quase 70 anos. "Educação e Evangelização" é o nosso lema. Temos lojas próprias nas cidades do Porto, Lisboa e Évora e estamos presentes nas principais livrarias católicas portuguesas.

Contactos

Rua Duque de Palmela, 11
4000-373 PORTO

(+351) 225 365 750

edisal@edicoes.salesianos.pt