Onde é que mora a fé? Na Igreja. E a catequese inicia a ser Igreja.

Mais um vídeo sobre as tarefas da catequese. Hoje, vemos a quinta tarefa: Iniciar a ser Igreja.

Texto

Onde é que acontece o seguimento de Jesus? Onde é que nos encontramos com Ele? É fácil dizer que a fé acontece no interior de cada um de nós. E está certo. A relação com Jesus, a resposta que Lhe damos é sempre pessoal e autêntica. Não é imposta de fora nem é aparência para mostrar aos outros. A fé é sempre uma experiência íntima e pessoal. Mas, ao mesmo tempo, ela acontece sempre em Igreja, na companhia daqueles que fazem a mesma experiência que eu.
Uma das tarefas mais esquecidas da catequese é iniciar a ser Igreja. A fé em Jesus Cristo e no rosto de Deus que Ele tornou presente, o compromisso com a sua causa, o entusiamo pelo seu Reino, só conseguem ser vividos em comunidade, em Igreja. Lado a lado com aqueles homens e mulheres, de todas as raças e idades, de todas as épocas que, como nós, colocam n’Ele a sua confiança.
Esta “necessidade” da Igreja aparece como coisa estranha em tempos como os nossos, em que as pessoas são tão individualistas. Hoje, a maioria das pessoas gosta do provérbio “antes só do que mal acompanhado”. Acredita que os outros não são necessários para uma vida feliz. Temos pena mas o individualismo é uma enorme mentira.
A catequese “precisa” da Igreja. É a Igreja, através das suas tantas formas, que mostra aos catequizandos o Evangelho a funcionar hoje e a tornar felizes as pessoas.
Mas a catequese tem também como objectivo levar os catequizandos a sentirem-se Igreja. A sentirem que são parte activa desse imenso grupo de pessoas que aderiu à causa de Jesus com entusiasmo.
Esta iniciação à Igreja exige um estilo colhedor por parte dos cristãos mais velhos. Em primeiro lugar, o catequista. Mas também do todo da comunidade paroquial. Todos têm de dizer, principalmente com os gestos, que querem acolher os mais novos, que se sentem alegres por haver novos membros na comunidade.
O ambiente de diálogo sincero e de liberdade que se cria dentro do grupo de catequese é também decisivo.
Depois de veres este vídeo, vale a pena pensares um pouco sobre a forma como a catequese que estás a fazer tem sentido de Igreja. Quais as experiências que facilitam ou dificultam a pertença eclesial dos catequizandos? Quais os desafios de propor uma experiência comunitária em tempos de individualismo? Como articular melhor as diferentes experiências de Igreja: família, grupo de catequese, paróquia…?

Para dialogar

Depois de ver o video e ler o texto, o grupo de catequistas pode dialogar sobre o que chamou mais a atenção e sobre o que não é referido no vídeo.

Eis algumas perguntas deixadas no vídeo:

Quais as experiências que facilitam ou dificultam a pertença eclesial dos catequizandos?

Quais os desafios de propor uma experiência comunitária em tempos de individualismo?

Como articular melhor as diferentes experiências de Igreja: família, grupo de catequese, paróquia…?

Mas há outras perguntas pertinentes:

Como é que o teu grupo de catequese já faz experiência de ser Igreja? O que se poderia melhorar para serdes mais Igreja?

Quais os maiores problemas de comunhão que há na tua paróquia?

Quais os preconceitos que os pais têm a respeito da Igreja?

Outras tarefas

Para quem quiser procurar, aqui estão os outros subsídios (textos e vídeos) sobre as tarefas da catequese:

Iniciar à fé.

Iniciar à oração.

Iniciar aos sacramentos.

Iniciar aos mandamentos.

Siga-nos

Visite as livrarias

Quem Somos

Somos uma editora católica, fiel ao carisma de S.João Bosco. Especializados em catequese e pastoral juvenil, estamos em Portugal há quase 70 anos. "Educação e Evangelização" é o nosso lema. Temos lojas próprias nas cidades do Porto, Lisboa e Évora e estamos presentes nas principais livrarias católicas portuguesas.

Contactos

Rua Duque de Palmela, 11
4000-373 PORTO

(+351) 225 365 750

edisal@edicoes.salesianos.pt