Deixamos-te algumas pistas para usares o video na catequese.

 

Viste uma curta metragem no youtube e achaste que a mensagem de solidariedade tinha tudo a ver com o evangelho da catequese do próximo sábado; o último teledisco da banda preferido do teu grupo é agressivo e achas que vale a pena analisá-lo de forma crítica... Há imensos vídeos, de diversos tipos, com caráter educativo. Como explorá-los em contexto de catequese?

Considerações iniciais

Não há um momento certo para usar o vídeo. Desde que se justifique, podes usá-los no acolhimento, experiência humana, no anúncio da palavra ou até na expressão de fé.

Garante que tens as condições técnicas necessárias para realizar a projeção (superfície limpa, colunas com potência suficiente, vídeo descarregado para o teu computador ou num disco externo)

O vídeo não é para entreter nem para tornar a catequese mais gira. O seu uso teve ter uma finalidade educativa

Da mesma forma, não deve ser usado como recompensa só "porque os meninos se portaram bem e ainda temos 5 minutos)

Durante a projeção

» Faz uma pequena introdução ao vídeo que vão ver

» Mediante a duração ou teor do vídeo, se for necessário, faz pequenas pausas para explicações ou chamadas de atenção sobre o conteúdo

» Observa as reações do grupo perante as imagens

» No caso de haver algum distúrbio, com calma, interrompe a projeção; recentra a atenção do grupo no vídeo e prossegue com a visualização. Eis alguns exemplos de intervenções:

Eu percebo que o facto de termos apagado a luz convide à brincadeira, mas seria importante que conseguíssemos ver todos este vídeo. São 4 minutos e garanto que vai valer a pena.

O vídeo faz parte da catequese, por isso não é necessário fazerem agora barulho quando há pouco estávamos mais serenos. Podemos avançar?

No final da projeção

» Acende as luzes, mas mantém o vídeo disponível para o caso de precisarem de rever uma parte

» Mediante o vídeo, avança com perguntas de exploração (previamente preparadas e pensadas no momento da planificação da catequese) sobre os conteúdos:

- Gostaram do vídeo?

- Já conheciam o vídeo?

- O que é que vos chamou mais a atenção?

- Quem são os personagens deste vídeo? O que pensam e o que sentem?

- Identificas-te com algum personagem? Porquê?

- Como te sentirias se fosses o personagem X?

Este diálogo pode ser aberto ao grupo ou podes elaborar um pequeno guião de exploração e sugerir um trabalho de pares. Por exemplo, elenca as cenas do vídeo (ou os personagens) e entrega os elementos do grupo juntamento com uma listagem de adjetivos para que as qualifiquem. É uma forma de analisar criticamente a narrativa e de ajudar a uma leitura pormenorizada das ações.

Outras propostas

» Parar o plano

Num momento chave da história, interrompe a projeção do filme e pergunta: o que irá acontecer? Como é que a personagem X irá reagir?

» Entrevista

Aos pares, elaborar uma lista de perguntas a um dos personagens do filme. Recolher alista de perguntas e trocar entre os pares, desafiando-os a responder às perguntas recebidas.

Na catequese, o vídeo não se usa para entreter. Por ser cativante e acessível possibilita que surjam diálogos profundos dentro do grupo.

Nota: Se estiveres interessado em usar o cinema na catequese, vês as sugestões que deixamos na playlist "Para ver e pensar"

Artigo retirado e adaptado do livro "Sou Catequista, e agora?"

Siga-nos

Visite as livrarias

Quem Somos

Somos uma editora católica, fiel ao carisma de S.João Bosco. Especializados em catequese e pastoral juvenil, estamos em Portugal há quase 70 anos. "Educação e Evangelização" é o nosso lema. Temos lojas próprias nas cidades do Porto, Lisboa e Évora e estamos presentes nas principais livrarias católicas portuguesas.

Contactos

Rua Duque de Palmela, 11
4000-373 PORTO

(+351) 225 365 750

edisal@edicoes.salesianos.pt