Uma proposta, do Pe. Juan Freitas, para rezarmos pelas vocações. A partir da figura de Abraão.

Eu te abençoarei, e serás uma bênção  (cfr. Gen 12,2)            

Guia: Deus torna-se presente na vida das pessoas com o DOM DO CHAMAMENTO. A história de Abraão começa com a narrativa da vocação. Abraão encontra o Deus vivo e acolhe o seu convite a sair da sua terra, a perder as suas seguranças familiares, a deixar o que tinha construído até esse momento... Deixar tudo para caminhar em direção ao desconhecido onde o próprio Deus o conduzirá, e onde se realizará a promessa de uma descendência. Abrão ensina-nos que é possível responder plenamente a Deus somente abandonando as falsas seguranças que nos bloqueiam, e acolhendo pela fé o convite a caminhar, porque «é caminhando que se faz caminho».

     Ofereçamos a nossa oração e as nossas ações ao Senhor pelos que são chamados a uma vocação de especial consagração, uma vocação que mostra ao mundo a confiança incondicional ao Senhor no serviço total ao seu povo, a Igreja.

Convite à Oração (do salmo 105)

Todos           O Deus que nos chama é fiel às suas promessas

Coro 1        Dai graças ao Senhor e invocai o seu nome, proclamai em todos os povos as suas obras. Cantai-lhe, louvai-o pelas suas maravilhas.

Todos                O Deus que nos chama é fiel às suas promessas

Coro 2           Gloriai-vos pelo seu santo nome: alegre-se o coração de quem procura o Senhor. Procurai o Senhor e o seu poder, buscai sempre o seu rosto.

Todos            O Deus que nos chama é fiel às suas promessas

Coro 1        Recordai-vos das maravilhas que Ele operou, dos seus prodígios e dos juízos da sua boca, vós da linhagem de Jacob, seu eleito.

Todos            O Deus que nos chama é fiel às suas promessas

Coro 2           Ele é o Senhor, o nosso Deus: os seus juízos estendem-se por toda a terra. Lembra-se sempre da sua aliança, da palavra dada por mil gerações, da aliança que estabeleceu com Abraão e do seu juramento a Isaac. 

Juntos: Pai Santo, única fonte de todo o dom perfeito,

desperta em mim o desejo de buscar o teu rosto

e reaviva a minha fé no teu amor fiel.

Faz-me compreender que tudo o que me pedes é para meu bem.

Faz-me amar o que mandas.

Faz-me desejar o que me prometes. Amen.

Na escuta da Palavra de Deus

Do Livro do Génesis (12,1-4)

1O Senhor disse a Abrão: «Sai da tua terra, do meio dos teus parentes e da casa de teu pai, e vai para a terra que eu te mostrar. 2 Eu farei de ti um grande povo, e abençoar-te-ei; tornarei célebre o teu nome, de modo que se torne uma bênção. 3 Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei aqueles que te amaldiçoarem. Em ti serão abençoadas todas as famílias da terra». 4 Abrão partiu, como lhe dissera o Senhor.

Momento de silêncio para reler a Palavra de Deus

Para entrar no íntimo da Palavra

(pistas de reflexão sobre o texto escutado)

O Senhor disse a Abraão: «Sai da tua terra, do meio dos teus parentes e da casa de teu pai, e vai para a terra que eu te mostrar».

v  A Palavra de Deus é um convite a PARTIR que exige da parte do homem obediência e confiança: Abrão é chamado a uma mudança, a uma conversão radical, a abandonar todas as seguranças que estão encerradas no presente já conhecido para ir em direção a um futuro cuja única “garantia” é o Senhor. Esta é a fé: procurar a vontade de Deus; acolher em cada dia o que Ele nos dá, porque isto nos permite conhecer o seu projeto de amor sobre a nossa vida. A fé é viver um projeto continuamente aberto à novidade, orientado para a frente, que nunca se possui de uma vez para sempre! A fé é descobrir que toda a nossa vida pertence desde sempre a Deus!

v  O Senhor disse a Abraão: «Eu farei de ti um grande povo, e abençoar-te-ei; tornarei célebre o teu nome, de modo que se torne uma bênção. Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei aqueles que te amaldiçoarem. E tu serás uma bênção».

A Palavra de Deus é uma PROMESSA: O Chamamento de Deus nunca é um privilégio exclusivo só para nós mesmo, mas – como dom – abre-se a um serviço e a uma responsabilidade com relação a todos, impele-nos para a missão, onde estamos e vivemos a nossa fé.

v  E Abrão partiu, como lhe dissera o Senhor

A resposta de Abraão é pôr-se EM CAMINHO: o caminho é o que torna a nossa vida sempre em movimento, vida dinâmica; é o que nos permite ver a realidade a partir de um ponto de vista sempre diferente; representa o profundo desejo de mudança interior que habita no coração de cada pessoa, é símbolo de quem está constantemente à procura. O caminho comporta necessariamente escolhas e é também uma prova: ou a gente arrisca com Deus na fé, e então nasce a esperança, a relação entre a pessoa e Deus; ou se arrisca contando com as próprias decisões, permanecendo fixo e sem construir nada de estável e duradouro. É possível ir para a frente apenas com a fé, sabendo que em cada momento Deus caminha connosco e não nos abandona! E com Ele, tudo, cada acontecimento da vida, assume um sentido, um valor e um significado mais autêntico.

A minha reflexão e oração pessoal...

       Abraão é chamado a deixar as suas seguranças para ir em direção a uma terra que Deus lhe mostrará. Hoje, que atitude me pede o Senhor, para eu deixar, e poder segui-lo com maior liberdade?

     O que me está a indicar o Senhor? Para onde está a orientar a minha vida?

       Quando Deus chama, não é para conceder o privilégio exclusivo, mas para nos convidar a um serviço. Como vivo a minha vida? Como um dom gratuito e como um serviço, ou de forma egoísta e possessiva? Avalio de que modo desenvolvo os meus compromissos diários...

       Abraão partiu: o que não me permite avançar para a frente? O que me permite caminhar?


Preces de intercessão

Guia: A Deus, que promete a sua bênção a quantos confiadamente respondem ao seu amor e o seguem no caminho do serviço, dirijamos a nossa oração dizendo:

Abençoa, Senhor, os teus filhos

        Pela Igreja: para que percorra sempre os caminhos da justiça e da paz, e experimente a bênção de Deus em cada povo e nação. Oremos

        Pelo Papa, pelo nosso bispo e nossos pastores, por todos os sacerdotes e diáconos: para que sejam na Comunidade cristã sinal de uma vida plenamente realizada, e obreiros da comunhão que nasce do encontro diário com a Palavra de Deus: Oremos

        Pelos seminaristas e religiosos em formação: para que neste tempo da sua formação possam experimentar o amor de Deus que os acompanha, e possam apaixonar-se pelo bem pastoral da Sua Igreja. Oremos

        Pelos sacerdotes e religiosas doentes: para que sintam a presença amiga da comunidade que os acompanha com a oração e a confiança. Oremos

        Pelos jovens: para que possam dar um sentido à sua vida e fazer experiência do encontro pessoal com Jesus através da Palavra e a Eucaristia. Oremos

        Pelos jovens que Deus chama à vida consagrada: para que recebam força e luz da oração e caminhem para uma escolha livre e responsável pelo bem da Igreja e da humanidade. Oremos

        Outras intenções espontâneas….

Pai nosso....

Guia: Deus omnipotente e misericordioso, atendes a quem Te ama; sempre e em toda a parte, estás próximo de quem Te procura com coração sincero. Acompanha estes teus filhos, na peregrinação da vida, na busca de Ti e de nós mesmos. Guia os nossos passos segundo a tua vontade, para que, apoiados por Ti, e iluminados pela luz da tua Palavra, possam chegar à verdadeira felicidade. Ámen

 

 

Siga-nos

Visite as livrarias

Quem Somos

Somos uma editora católica, fiel ao carisma de S.João Bosco. Especializados em catequese e pastoral juvenil, estamos em Portugal há quase 70 anos. "Educação e Evangelização" é o nosso lema. Temos lojas próprias nas cidades do Porto, Lisboa e Évora e estamos presentes nas principais livrarias católicas portuguesas.

Contactos

Rua Duque de Palmela, 11
4000-373 PORTO

(+351) 225 365 750

edisal@edicoes.salesianos.pt