Neste dia 7 de Outubro, dia da Senhora do Rosário, uma celebração mariana e missionária. Com Maria, levamos Cristo ao mundo

Ambientação

Responder ao chamamento de Deus é pôr-se a caminho, atrás d’Ele. Nesta oração contemplamos Maria. O seu “sim” ao Senhor foi logo acompanhado por um gesto concreto de obediência ao Senhor e disponibilidade ao serviço. Depois de ter aceite a missão do Anjo, Maria começa a viagem que a leva ao encontro da sua prima Isabel, já idosa e fragilizada por uma gravidez de risco.

Lucas, que nos narra este episódio, dá muita importância ao tema da viagem. Para Lucas, todo a vida de Jesus é um caminho, uma estrada que O leva até Jerusalém. Que O leva até ao Pai, com a Ascensão ao Céu. Nos Actos dos Apóstolos, que usam a palavra “caminho” para indicar o estilo de vida da comunidade cristã, Lucas dá muita importância às viagens missionárias. A viagem de Maria é descrita como uma viagem missionária. Esta visita a Isabel torna-se um “levar Cristo”, esse Cristo que Maria traz dentro de si. Maria é a morada visível da presença ainda invisível de Deus entre os homens. Ela é a arca da aliança. Ou melhor, é a arca da nova aliança. Ela é o lugar do Emanuel, o Deus connosco.

Desde sempre, Deus quis aproximar-Se do seu povo. Pela primeira vez na história, Deus mora num corpo humano. Mora num corpo de mulher que se faz casa e alimento de uma outra vida humana. E é nesta densa presença de Deus que se dá o encontro destas duas mulheres grávidas. E é do encontro que Isabel proclama o louvor de Maria.

Nesta oração, seguimos a mesma estrada de Maria, tornamo-nos seus companheiros para com ela e como ela levar Cristo ao mundo.

Canto inicial: Em nome do Pai

Em nome do Pai,

em nome do Filho,

em nome do Espírito Santo,

estamos aqui,

 

Para louvar e agradecer, bendizer e adorar:

estamos aqui, Senhor, ao Teu dispor.

Para louvar e agradecer, bendizer e adorar:

e aclamar Deus Trino de Amor.

Oração

Um leitor proclama devagar. Música de fundo meditativa.

Deixa-me, ó Maria, entrar por um momento no mistério da tua alma.

Ou melhor, deixa-me ficar à porta.

Porque tu não és daquelas que falam de si a quem vai na rua.

Entusiasmada pela graça que te foi dada,

tu calaste esse milagre no teu coração.

Como ficaste só, Maria, entre todos os homens desde que o Anjo te visitou!

E por longos e intensos instantes te perguntaste: onde ir? A quem falar?

O anjo disse-te um nome: Isabel.

Então correste para as montanhas da Judeia.

Num vale perfumado Isabel esperava por ti.

E do vosso coração subiu um canto que o céu acolheu.

 

Maria, virgem generosa, ajuda-me.

A minha alma está hesitante.

Não sei que dizer.

Como falar de ti? Quem como tu?

O teu segredo é a perfeita docilidade ao dom de Deus.

É ter os ouvidos atentos aos gritos de quem precisa que faz o teu estilo de vida.

É a abertura confiada ao Deus que Se revela num anjo.

É surpresa que não cai na dúvida.

É alegria por ter sido escolhida e humildade diante de um Deus sempre espantoso.

É opção que levas a sério:

que Deus se sirva da sua serva segundo a sua serva.

Uma alma verdadeiramente humilde acha fácil aquilo que Deus faz.

Tu sabes que tudo o que Deus anuncia é graça e alegria.

E por isso acreditas.

Sempre.

De todo o coração.

Antífona:

Feliz de ti, Maria que acreditas que em ti se cumpria a palavra do Senhor.

Salmo 139

Glória ao Pai…

Antífona: Feliz de ti, Maria que acreditas que em ti se cumpria a palavra do Senhor.

Leitura: Lucas 1, 39-45

Por aqueles dias, Maria pôs-se a caminho e dirigiu-se à pressa para a montanha, a uma cidade da Judeia.

Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel.

Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, o menino saltou-lhe de alegria no seio e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.

Então, erguendo a voz, exclamou: «Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. E donde me é dado que venha ter comigo a mãe do meu Senhor? Pois, logo que chegou aos meus ouvidos a tua saudação, o menino saltou de alegria no meu seio. Feliz de ti que acreditaste, porque se vai cumprir tudo o que te foi dito da parte do Senhor.»

Canto: Maria mãe do silêncio

Maria, mãe do silêncio

ensina-me a meditar

no meu coração

Tudo o que teu Filho

nos ensinou.

Oração do magnificat

A minha alma glorifica o Senhor *

E o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador.

 

Porque pôs os olhos na humildade da sua Serva: *

De hoje em diante me chamarão bem aventurada todas as gerações.

 

O Todo-Poderoso fez em mim maravilhas: *

Santo é o seu nome.

 

A sua misericórdia se estende de geração em geração *

Sobre aqueles que o temem.

 

Manifestou o poder do seu braço *

E dispersou os soberbos.

 

Derrubou os poderosos de seus tronos *

E exaltou os humildes.

 

Aos famintos encheu de bens *

E aos ricos despediu de mãos vazias.

 

Acolheu a Israel, seu servo, *

Lembrado da sua misericórdia,

 

Como tinha prometido a nossos pais, *

A Abraão e à sua descendência para sempre

 

Glória ao Pai e ao Filho *

E ao Espírito Santo,

Como era no princípio, *

Agora e sempre. Amen.

Preces

Apresentamos o nosso louvor e a nossa oração a Cristo salvador, nascido de Maria e dizemos: A tua mãe, jesus, interceda por nós.

1 – Tu, que deste a Maria a alegria da maternidade, concede à tua Igreja que se alegre sempre com os seus filhos.

2 – Sol de justiça, que nasceste de Maria Imaculada, faz-nos sempre caminhar à luz da tua presença.

3 – Rei da paz, que vieste inaugurar um reino de justiça e amor faz de nós operários generosos de fraternidade e paz.

4 – Tu, que com o teu nascimento abençoaste e santificaste a família faz de cada lar um espaço de união e paz.

Pai nosso

Canto final: Fazei tudo o que Ele vos diga

Fazei tudo o que Ele vos diga

tudo o que Ele vos diga

A felicidade é escutar a voz!

Fazei tudo o que Ele vos diga!

Fazei tudo o que Ele vos diga!  

Siga-nos

Visite as livrarias

Quem Somos

Somos uma editora católica, fiel ao carisma de S.João Bosco. Especializados em catequese e pastoral juvenil, estamos em Portugal há quase 70 anos. "Educação e Evangelização" é o nosso lema. Temos lojas próprias nas cidades do Porto, Lisboa e Évora e estamos presentes nas principais livrarias católicas portuguesas.

Contactos

Rua Duque de Palmela, 11
4000-373 PORTO

(+351) 225 365 750

edisal@edicoes.salesianos.pt