fbpx

Nem sempre as crianças são levadas à catekese pelas melhores razões. Todavia, o mais importante é as crianças irem à catekese e não as razões porque começam a ir. Depois, há que valorizar essas razões, sejam quais forem, e envolver as famílias e as crianças de tal modo as razões boas e acertadas para ir à catekese surjam e a família adopte um estilo de vida mais cristão.
Escutam-se, entre os agentes da Evangelização ( catekistas, sacerdotes, formadores e outros) muitas críticas às famílias relacionadas com a sua ignorância teológica e litúrgica e a sua mundanidade, mas é mais difícil encontrar quem lhes estenda a mão de tal modo amoroso que as pessoas consigam agarrá-la.
Sob o tema “Alargar a catekese das crianças às famílias” (é intencional a escrita com k), o Orlando Carvalho vai propor algumas metodologias fáceis (e já experimentadas!) que pretendem tornar possível escutar esta frase da boca de um catekisando:

- Catekista, dantes o meu pai estava sempre a dizer ‘Mas temos mesmo que ir à missa’; mas agora, já é ele quem diz ‘Despacha-te Bia, está na hora da missa, temos que ir!’.

Para saberes mais sobre este workshop vê o vídeo de apresentação aqui.

Para saberes mais sobre o Orlando Carvalho, clica aqui.

Siga-nos

Visite as livrarias

Quem Somos

Somos uma editora católica, fiel ao carisma de S.João Bosco. Especializados em catequese e pastoral juvenil, estamos em Portugal há quase 70 anos. "Educação e Evangelização" é o nosso lema. Temos lojas próprias nas cidades do Porto, Lisboa e Évora e estamos presentes nas principais livrarias católicas portuguesas.

Contactos

Rua Duque de Palmela, 11
4000-373 PORTO

(+351) 225 365 750

edisal@edicoes.salesianos.pt